O Rio de Janeiro é realmente magnífico! Com diversos atrativos naturais, a Cidade Maravilhosa nos surpreende a cada dia. Confesso a vocês que o pico que vamos mostrar hoje nós ainda não conhecíamos.

A Pedra Bonita é uma montanha de 696m de altitude situada entre os bairros de São Conrado e Barra da Tijuca. É considerada um dos mirantes mais espetaculares e de fácil acesso da cidade. Conta ainda com uma rampa de salto que é um point mundial de praticantes de voo livre.

Como saímos da Zona Sul, seguimos por São Conrado pela Estrada das Canoas. É só seguir as placas, não tem erro! Ao avistarmos a entrada percebemos que estava lotado. Fomos avisados que teríamos que esperar em torno de 30 minutos para poder subir de carro. O estacionamento é na altura da rampa de voo livre e o preço era 5 reais. Estávamos empolgados, portanto como já iríamos caminhar a trilha da Pedra Bonita, decidimos parar o carro em frente a entrada e subir tudo a pé. Mais tarde nos arrependemos. Podíamos ter esperado. A subida até a rampa de salto era muito íngreme, nos tomou por volta de 15 minutos. No final do dia ficamos acabados.

Rampa de salto -Pedra Bonita
Rampa de salto – Trilha da Pedra Bonita

Leia Também:
– Favela do Vidigal: Trilha do Morro Dois Irmãos
– 2 Fantásticos Picos do Rio de Janeiro: Vista Chinesa e Mirante Dona Marta
– 3 Lindas e Afastadas Praias do Rio de Janeiro

Para saltar da rampa é necessário contratar um instrutor. É possível encontrar vários no Google. O preço varia entre R$ 300,00 a R$ 600,00, dependendo da época. Nós nunca saltamos, mas ainda esta nos nossos planos.

Compramos umas águas com o cara que cuida do estacionamento da rampa e partimos para a trilha da Pedra Bonita. Fica a dica, leve água. Nós realmente esquecemos, saímos apressado de casa. Pagamos RS 6,00 em duas garrafinhas.

No início tem uma guarita onde é preciso dar o nome. A trilha é um pouco íngreme, mas tranquila. Por ser dentro da mata, a maior parte se caminha na sombra. Ideal para famílias e crianças. Apesar de ser uma floresta fechada, é possível ver algumas partes desmatadas, muito capim e algumas ruínas de construções. Leva em torno de meia hora para atingir o topo.

Trilha Pedra Bonita
Trilha Pedra Bonita

A Pedra Bonita fez parte das terras das Sesmarias concedidas pelo Império em 1567. Mais tarde foi tomada pelo então Governador-Geral Mem de Sá por nada ter sido feito. A partir de então a Pedra Bonita passou para uma linhagem da família Sá que venderam e partilharam as terras no decorrer dos séculos. Isso fez como que a sua cobertura de Mata Atlântica fosse totalmente desmatada para ser transformada em carvão. Após a criação do Parque Nacional em 1967 foi possível que uma floresta secundária voltasse a crescer, porém ainda não conseguiu ocupar todos os espaços originais da Pedra Bonita.

De acordo com as lendas, o nome Pedra Bonita foi dado por um desses nobres que ao chegar ao seu topo ficou maravilhado com o visual e as belezas ao seu redor e a chamou: Pedra Bonita!

Trilha da Pedra Bonita
Praia de São Conrado – Trilha da Pedra Bonita
Trilha da Pedra Bonita
Pedra da Gávea – Trilha da Pedra Bonita
Trilha da Pedra Bonita
Barra da Tijuca – Trilha da Pedra Bonita

É realmente Bonita! O visual é fantástico: de um lado a Zona Sul, com a exuberância da praia de São Conrado; a sua frente toda imponência da Pedra da Gávea; e do outro lado àquela imensidão sem fim das praias da Zona Oeste. Um vento forte deixa o clima agradável mesmo com o sol rachando. Muitos turistas, cariocas e pessoas fazendo piquenique. Conhecemos um casal de São Paulo muito bacana. Foi um dia magnífico que nos rendeu altas fotos. É muita beleza em um só lugar!

Veja + fotos da trilha da Pedra Bonita.

Trilha da Pedra Bonita
Trilha da Pedra Bonita
Trilha da Pedra Bonita
Trilha da Pedra Bonita
Trilha da Pedra Bonita
Trilha da Pedra Bonita

Veja + fotos da trilha da Pedra Bonita.

Esperamos que tenham gostado e aproveitem nossas dicas. E não deixem de conferir também os picos Mirante Dona Marta e Vista Chinesa. Vocês vão se encantar! Não deixe de nos acompanhar pelo Facebook, Twitter e Instagram!

Beijos e abraços.

CsV

Author

Designer, blogueiro e empreendedor por natureza, sou amante de fotografia, viagens e da boa culinária. Após meu primeiro intercâmbio, criei uma paixão por viagens. De lá pra cá foram 2 mochilões, 15 países conhecidos, fora as viagens no Brasil. Fascinado por experimentar novos sabores, adoro combinar e inventar novas receitas.

Deixe seu comentário: