A dica de hoje é sobre o Parque Natural Municipal da Catacumba, localizado as margens da Lagoa Rodrigo de Freitas. Um lugar de belezas naturais e arquitetônicas, o Parque da Catacumba, mesmo sendo charmoso e agradável, passa praticamente despercebido para a maioria dos cariocas.

Frequentado principalmente por moradores das redondezas, o Parque da Catacumba esta situado na Avenida Epitácio Pessoa nº 3000, e fica aberto de terça a domingo das 09h30min as 17h. Sua estrutura é ótima. São áreas para piquenique, banheiros, praças, alamedas, jardins com belas estátuas, trilhas, um mirante e a Casa Dercy Gonçalves, para atividades de idosos. E o melhor de tudo: é de graça! O telefone para mais informações sobre espaço Dercy Gonçalves e o Parque da Catacumba é (21) 2535-7557.

Entrada do Parque
Entrada do Parque
Casa Dercy Gonçalves
Casa Dercy Gonçalves
Estátuas e Jardim
Estátuas e Jardim
Parque da Catacumba
Parque da Catacumba

Leia Também:
– Parque Penhasco Dois Irmãos
– Parque Garota de Ipanema
– Forte do Leme

De acordo com a história, antes da chegada dos portugueses ao Brasil, toda a área ao redor da lagoa e do Parque da Catacumba era habitada por índios que viviam de pesca. A lagoa era conhecida como “Lagoa de Socopenapã”, que significa “Praia batida pelos socós” em Tupi-Guanari. (Socós são aves pescadoras). Segundo a lenda, a região do parque era onde os índios enterravam os mortos, por isso do nome: Parque da Catacumba.

No século XX a região já era conhecida como Chácara da Catacumba e pertencia a Baronesa da Lagoa Rodrigo de Freitas, que segundo estórias deixou em testamento suas terras para seus escravos. Os primeiros casebres começaram a surgir na década de 30 e em 1940, por causa da explosão populacional no Rio de Janeiro, a área do Parque da Catacumba tornou-se uma favela que em seu auge, nos anos 60, chegou a abrigar mais de 1500 casas.

Após a idealização da remoção da Favela da Catacumba por Carlos Lacerda, o então governador Negrão de Lima, seu sucessor no Estado, executou o projeto em 1970. A remoção separou a comunidade que foi dividida em vários conjuntos habitacionais da Vila Kennedy, da Cidade de Deus e Guaporé-Quitungo.

Na década de 80 começou o programa de reflorestamento e reestruturação do atual Parque da Catacumba. Na parte baixa, uma obra arquitetônica incrível, com ajardinamentos e paisagismos, criando um ambiente muito agradável. E na parte do meio para o alto, foi feito um reflorestamento com espécies típicas da Mata Atlântica, propiciando a volta de aves e saguis, e a conservação da trilha, um pouco íngreme, que em 30 minutos te leva ao topo do Morro Socopenapã.Um dos mirantes do Rio de Janeiro que possui uma das mais belas vistas da Lagoa Rodrigo de Freitas, podendo deslumbrar a praia de Ipanema, o Morro Dois Irmãos e a Pedra da Gávea.  Um visual magnífico!

Vista do Parque da Catacumba
Vista do Parque da Catacumba
Vista to Topo da Morro
Vista to Topo da Morro Socopenapã
Vista to Topo da Morro
Vista to Topo da Morro Socopenapã
Vista to Topo da Morro
Vista to Topo da Morro Socopenapã

Em 2009 o Parque da Catacumba fechou contrato com a empresa Lagoa Aventuras para explorar o ecoturismo e o turismo de aventura. Atualmente, além de toda sua estrutura, o Parque da Catacumba ainda conta com atividades como arvorismo, escalada, tirolesa e rapel. Para mais informações entre no site ou ligue: (21) 4105-0079 / (21) 7870-9162.

O Parque da Catacumba é um programa para agradar toda família: fácil acesso, charmoso, com um visual estonteante e atividades para todos os gostos. Esperamos que tenham gostado desta dica da hora. Não deixe de nos acompanhar pelo Facebook, Twitter e Instagram para saber das novidades.

Beijos e abraços.

CsV

Author

Designer, blogueiro e empreendedor por natureza, sou amante de fotografia, viagens e da boa culinária. Após meu primeiro intercâmbio, criei uma paixão por viagens. De lá pra cá foram 2 mochilões, 15 países conhecidos, fora as viagens no Brasil. Fascinado por experimentar novos sabores, adoro combinar e inventar novas receitas.

Deixe seu comentário: